Data/Hora: quarta nov 26, 2014 10:42 pm



Welcome
Bem-vindo ao fórum Terminal Intermodal.

Está neste momento a visualizar o fórum como "visitante" o que lhe dá acesso limitado à maioria das discussões e conteúdos. Registando-se gratuitamente no nosso fórum e feita a sua apresentação à comunidade, terá permissão total para iniciar e responder a tópicos, partilhar fotografias, etc. O registo é rápido, simples e absolutamente gratuito. Registe-se aqui, por favor!


Criar Novo Tópico Responder a este Tópico  [ 12 mensagens ] 
Autor Mensagem
 Assunto da Mensagem: Novos horários suburbanos e comboios de Sintra para Alverca
MensagemEnviado: sexta dez 09, 2011 11:11 am 
Offline
Administrador
Avatar do Utilizador

Registado: terça fev 05, 2008 9:14 pm
Mensagens: 30242
Localização: Coimbra
A Estação do Oriente assume-se como a grande estação multimodal de Lisboa. E a Linha da Cintura conquistou preferência em detrimento do Rossio

A viagem de comboio entre Sintra e a Estação do Oriente vai demorar, a partir de domingo, menos sete minutos do que actualmente graças a uma reformulação dos horários da CP Lisboa, que tem como novidade a introdução de uma família de comboios directos entre Sintra e Alverca.

A nova oferta procura incentivar as viagens de lazer, e, por isso, além de uma melhor ligação da Linha da Azambuja à de Sintra, pretende também potenciar as viagens à Linha de Cascais. É por essa razão que passa a haver comboios directos da Azambuja para Alcântara-Terra (antes só havia desde Vila Franca de Xira) todos os dias, incluindo nos fins-de-semana. Em contrapartida, os comboios da Azambuja deixam de ir a Santa Apolónia, que será servida apenas pelos suburbanos de Vila Franca Xira e só nos dias úteis.

Aos fins-de-semana e feriados a estação de Santa Apolónia deixa, assim, de ter comboios suburbanos, mas os passageiros do eixo Azambuja-Lisboa poderão usar os comboios regionais. Com os novos horários a Estação do Oriente passa a ser servida por mais comboios devido à nova ligação Sintra-Alverca, assumindo-se cada vez mais como a grande estação multimodal de Lisboa. A Linha da Cintura consagra-se também como a principal receptora e geradora de tráfego, pois a maioria dos passageiros tem origem e destino em Sete Rios, Entrecampos e Roma-Areeiro. Na origem desta decisão está um estudo realizado pela CP que demonstrou que 70% da procura actual tem como destino a Linha da Cintura em detrimento do Rossio.

Esta última nunca recuperou do fecho do túnel, pois o número de passageiros não voltou ao que existia antes daquela infra-estrutura ter fechado para obras. Ao mesmo tempo, a Baixa deixou também de ter tanta procura, em detrimento das Avenidas Novas onde há mais serviços, comércio e empregos. Por isso a CP reduz o número de comboios para o Rossio de seis para quatro nas horas de ponta e aumenta-os de três para quatro fora desse período.

A consequência é que deixa de haver diferença entre a hora de ponta (comboios de dez em dez minutos) e o resto do dia (20 em 20 minutos), passando a haver um horário uniforme com composições de 15 em 15 minutos. Globalmente o número de circulações não diminui, mas, em vez de duas automotoras de quatro carruagens acopladas, circulará apenas uma única UQE (unidade quádrupla eléctrica). A CP entende que uma só unidade é suficiente, pois já não se registam as enchentes do passado e aumentará a percepção de segurança, com um revisor em permanência por composição.

Público

_________________
Imagem
Fábio Pires • Terminal Intermodal • PortalFórumFacebookGrupoTwitterFlickr

Petição: Parar a Barragem do Tua


Topo
 Perfil  
 
 
 Assunto da Mensagem: Re: Novos horários suburbanos e comboios de Sintra para Alve
MensagemEnviado: sexta dez 09, 2011 12:04 pm 
Offline
Viajante Especial
Avatar do Utilizador

Registado: sábado Oct 04, 2008 9:01 pm
Mensagens: 2334
É um pouco redutor dizer que a estação do Oriente é que manda naquilo tudo e é falacioso dizer que a oferta aumenta. Apenas se trata do fenómeno de relocalização das principais actividades da cidade de Lisboa em zonas mais a Norte, muito particularmente nas avenidas novas, no qual as estações de Entrecampos e Sete Rios passam a ter mais passageiros a embarcar e desembarcar. Se em 1991 se calhara falávamos de 30% na Cintura e 70% na Baixa, em 2011 é bem capaz de ser o contrário. E quanto a isso, não há Rossio ou Santa Apolónia que valham, pois são coisas alheias à oferta da CP, apesar de continuarem (como Cais do Sodré) como os grandes pólos de acesso à Baixa e/ou zona marginal da cidade de Lisboa que, apesar de tudo, constituem uma dinâmica própria e empregam muita gente.

Aos fins de semana, tudo se inverte. O Rossio tem muita mais procura que a linha de Cintura (mais notório nesta época), razão pela qual não percebo os 30 minutos para o Rossio e os 30 minutos de Meleças a Oriente. O horário fica totalmente desequilibrado, com tantas frequências para Sintra como para a Azambuja. Na minha opinião, aos fins de semana:
- 15 a 15 Rossio - Sintra
- 60 a 60 Alcântara - Alverca
- 60 a 60 Alcântara - Azambuja
- Oeste - tudo em Entrecampos P, Santa Apolónia ou Campolide...o que desse mais jeito.
Com tempos ajustados de transbordo em Campolide no sentido Alcântara-Sintra e Rossio-Azambuja, que são coisas que não acontecem com estes horários. Os clientes da linha do Norte deixam de ter comboios directos desde Santa Apolónia aos FDS tirando os poucos Regionais pelo que seria importante que o acesso à Baixa da cidade não se dificultasse, oferecendo-lhes a alternativa de transbordar em Campolide para o Rossio e vv em tempos competitivos.

À semana, apesar da redução para o Rossio (15 em 15 na HP é um descalabro), a própria ligação linha de Sintra-Cintura perde comboios. O período máximo de espera era de 10 minutos...passa a 15! Tal como na própria linha de Cintura. Portanto, o que este artigo pretende mostrar não é tão verdade assim.

_________________
Filipe Lavrador
Imagem


Topo
 Perfil  
 
 Assunto da Mensagem: Re: Novos horários suburbanos e comboios de Sintra para Alve
MensagemEnviado: sexta dez 09, 2011 3:30 pm 
Offline
Viajante
Avatar do Utilizador

Registado: quinta jul 30, 2009 10:30 pm
Mensagens: 996
Será que aqui não conseguem criar uma família de comboios sem acabar com outra ? Aos fins de semana acabou-se o comboio para LxP quando há sempre um número considerável de pessoas a usar a estação, principalmente depois do Metro se ter instalado.
E se querem dar acesso à Baixa, esta nova família Azambuja-Alcântara podia no fim-de-semana terminar no Rossio, mas enfim...cortar a mão para salvar o braço nem sempre tem grande lógica :/
E quais serão os "pára em todas" neste caso? Btw, o jornalista podia-se ter dado ao trabalho de perceber que faz mais de 5 anos que os comboios têm como terminal a Castanheira, mas já nada me estranha...

_________________
Imagem


Topo
 Perfil  
 
 Assunto da Mensagem: Re: Novos horários suburbanos e comboios de Sintra para Alve
MensagemEnviado: sexta dez 09, 2011 3:49 pm 
Offline
Viajante Especial
Avatar do Utilizador

Registado: sábado Oct 04, 2008 9:01 pm
Mensagens: 2334
Concordo!
Eu não me acredito que os resultados do estudo levem a estas alterações tão radicais e tão lesivas à população. Não acho que tenha sido a população a dizer "ah sim, reduzam os comboios, suprimam umas famílias e façam-nos acreditar que os horários que vigoraram durante a supressão do túnel do Rossio é que eram bons".
Na linha do Norte, todos os comboios Urbanos passam a efectuar paragem em todo o lado. Mesmo os superurbanos Azambuja-Alcântara.

MP Escreveu:
E se querem dar acesso à Baixa, esta nova família Azambuja-Alcântara podia no fim-de-semana terminar no Rossio, mas enfim...cortar a mão para salvar o braço nem sempre tem grande lógica :/

Eu acho que a CP está a todo o custo evitar que os seus Clientes vão à Baixa. Algum acordo secreto com os centros comerciais Xoné. E isto já nem é um caso de cortar a mão para salvar o braço...é mesmo de poupar no farelo para que alguém possa gastar num bife.
De horário em horário até à erradicação do transporte ferroviário em Portugal.

_________________
Filipe Lavrador
Imagem


Topo
 Perfil  
 
 Assunto da Mensagem: Re: Novos horários suburbanos e comboios de Sintra para Alve
MensagemEnviado: sexta dez 09, 2011 4:09 pm 
Offline
Viajante
Avatar do Utilizador

Registado: quinta jul 30, 2009 10:30 pm
Mensagens: 996
Se entrar com teorias da conspiração, até diria exactamente mesmo sobre os centros comerciais ! Agora acabar com comboios directos para o centro da cidade é dar um tiro no pé, mesmo que Alcântara e as demais estações de cintura estão bem localizadas, mas para chegar daqui à Baixa bastavam 25m com a combinação com o Metro, já para chegar às restantes demora-se demasiado tempo.
Filipe, não existe uma legislação qualquer que refere que os comboios para percursos superiores a 1h têm que ser dotados de WC? É que um para em todas de Azambuja a Alcântara não é coisa para menos disso...
A única vantagem que vejo nisto é aos sábados ou domingos de manhã ter comboio desde Alcântara, mas a coisa demorar uma eternidade não tem muita graça lol

_________________
Imagem


Topo
 Perfil  
 
 Assunto da Mensagem: Re: Novos horários suburbanos e comboios de Sintra para Alve
MensagemEnviado: sexta dez 09, 2011 4:26 pm 
Offline
Viajante Especial
Avatar do Utilizador

Registado: sábado Oct 04, 2008 9:01 pm
Mensagens: 2334
Eu penso que sim, que há qualquer coisa a indicar que viagens de 1h ou mais devem ter WC.
Mas, pelo menos desde 2004, a CP faz vista grossa no assunto com o início da introdução das UME nos Urbanos de Braga e Guimarães.

_________________
Filipe Lavrador
Imagem


Topo
 Perfil  
 
 Assunto da Mensagem: Re: Novos horários suburbanos e comboios de Sintra para Alve
MensagemEnviado: sexta dez 09, 2011 11:46 pm 
Offline
Viajante
Avatar do Utilizador

Registado: sexta fev 22, 2008 9:47 am
Mensagens: 438
Localização: Queluz/Arganil
Cheira-me que às horas de ponta vai haver muita sardinha em lata no eixo Sintra-Rossio se só circular uma UQE...

_________________
Imagem


Topo
 Perfil  
 
 Assunto da Mensagem: Re: Novos horários suburbanos e comboios de Sintra para Alve
MensagemEnviado: sábado dez 10, 2011 12:35 am 
Offline
Viajante
Avatar do Utilizador

Registado: sexta fev 22, 2008 9:47 am
Mensagens: 438
Localização: Queluz/Arganil
Também não entendo o porquê de aos fins-de-semana o comboio da familia Mira-Sintra Meleças - Oriente acabar a partir das 21h00. A partir daquela hora quem vier da linha de cintura para a linha de Sintra é forçado a fazer transbordo em Campolide. Não tinha lógica ir pelo menos até à 00h00?
E porque razão os comboios de Sintra para o Rossio passam para 30 em 30 minutos de frequência aos fins-de-semana? Não há mais gente supostamente a ir ao Rossio aos sábados e domingos? Isto não é a linha do Sado que tem esta frequência aos dias úteis. E se for com uma UQE ainda vai ser pior.
Santa Apolónia fica sem comboios suburbanos aos fins-de-semana porquê? Qual a lógica? Lógica seria um punhado de comboios regionais de hora a hora com paragens em Oriente, Sacavém, Póvoa, Alverca, Alhandra, VFXira, Azambuja, Virtudes, Reguengo, Santana-Cartaxo, Vale Santarém e Santarém desde que não coincida com a hora do regional para Entroncamento/Tomar para compensar esse factor de não ter comboios suburbanos e mais, poderia fazer concorrência com a rede de expressos nesse eixo.
Outra, porque raio de motivo o último comboio que sai do Rossio para Sintra é à 1h08 seja dias úteis seja fins-de-semana? Não teria lógica haver mais uma circulação pelo menos à 1h38?
Isto são ideias. Pode ter lógica umas coisas, outras não.

Uma pessoa anda a pagar titulo de transporte para por vezes ser pessimamente mau servido.
A CP não sabe rentabilizar os investimentos que tem, não sabe fabricar horários. É tudo à maneira deles e o utente paga as favas.

_________________
Imagem


Topo
 Perfil  
 
 Assunto da Mensagem: Re: Novos horários suburbanos e comboios de Sintra para Alve
MensagemEnviado: sábado dez 10, 2011 1:18 am 
Offline
Viajante Especial
Avatar do Utilizador

Registado: sábado Oct 04, 2008 9:01 pm
Mensagens: 2334
A minha opinião:
aandre Escreveu:
Também não entendo o porquê de aos fins-de-semana o comboio da familia Mira-Sintra Meleças - Oriente acabar a partir das 21h00. A partir daquela hora quem vier da linha de cintura para a linha de Sintra é forçado a fazer transbordo em Campolide. Não tinha lógica ir pelo menos até à 00h00?

Logo à cabeça a minha pergunta é: comboios Urbanos em Meleças aos fins de semana e feriados para quê? Por um lado a CP tira os comboios Regionais do Sado, que tanta falta vão passar a fazer à população, ao mesmo tempo que mete comboios Urbanos de algures para nenhures.
Aos fins de semana e feriados não concorda que os transbordos Sintra-Cintura/Norte se deveriam fazer em Campolide? Sem gastar nem mais um cêntimo, as frequências melhoravam relativamente ao que está agora e ao que irá vigorar. É que da maneira que vai vigorar, a CP estabelece uma sobreposição Cacém-Benfica e Sete-Rios-Oriente sem resultados práticos, ou seja, passa um comboio, 3 minutos depois passa outro e depois são 27 sem passar outro e com a agravante da ordem de passagem ser a oposta àquela que deveria ser: do Oriente parte um comboio para Meleças 3 minutos antes da passagem de um que vem da Azambuja!

Repare que os meios utilizados para fazer a família Meleças-Oriente são os mesmos que são utilizados para fazer Sintra-Rossio. Então e se todas estas UQE fizessem Sintra-Rossio? Sem alterar o número de UQE e tripulação teríamos comboios a cada 15 minutos entre Sintra e Rossio. Em Campolide, haveria comboios a cada 30 minutos de Alcântara para Alverca utilizando menos UQE2P que as que irão ser utilizadas já que irão até à Azambuja. Essas UQE2P libertas, em princípio, seriam suficientes para fazer uma circulação a cada 60 minutos entre Santa Apolónia e Azambuja.
Uma outra ideia era o que escrevi atrás: 60 em 60 Alcântara-Alverca, intercalado com 60 em 60 Alcântara-Azambuja. Depois uma de 60 em 60 LxP-Alverca. Esta tem a vantagem de poupar um transbordo a quem quisesse fazer (Sintra a Benfica) <-> (Alhandra a Azambuja).

Assumo o inconveniente de se descontinuar a oferta directa Sintra-Cintura aos fins de semana mas julgo que isso é mais admissível do que a oferta que irá vigorar, com transbordos desencontrados e com supressão das ligações directas Azambuja-VFX-Alhandra ao centro da cidade. Assim, com esta proposta, melhorava-se o acesso à Baixa em fins de semana (a procura na Cintura é residual tirando Sábados de manhã), ao mesmo tempo que se garantia que os transbordos eram efectuados de modo expedito.

aandre Escreveu:
E porque razão os comboios de Sintra para o Rossio passam para 30 em 30 minutos de frequência aos fins-de-semana? Não há mais gente supostamente a ir ao Rossio aos sábados e domingos?

Ainda para mais em época natalícia...
Não se entende: 30 em 30 Sintra-Rossio e 30 em 30 Azambuja-VFX. Ou um lado sofreu uma tragédia e perdeu imensa população ou ou outro teve um baby boom e ninguém deu conta.

aandre Escreveu:
Santa Apolónia fica sem comboios suburbanos aos fins-de-semana porquê? Qual a lógica? Lógica seria um punhado de comboios regionais de hora a hora com paragens em Oriente, Sacavém, Póvoa, Alverca, Alhandra, VFXira, Azambuja, Virtudes, Reguengo, Santana-Cartaxo, Vale Santarém e Santarém desde que não coincida com a hora do regional para Entroncamento/Tomar

É uma ideia engraçada!...a isso até pergunto se seria viável a eliminação das paragens de Alverca, Azambuja, Virtudes, Reguengo, Setil e Vale de Santarém para os comboios de fim de semana de Lisboa a Entroncamento/Abrantes/Tomar, oferecendo assim viagens mais rápidas (cerca de 12 minutos) neste eixo. Será que estes 12 minutos que uns ganham não acarretarão prejuízos muito maiores para os que veem o comboio a passar sem parar? Era interessante saber isso.
Uma outra ideia seria oferecer comboios de hora a hora: ora na hora par fazia Lisboa-Santarém ora na hora ímpar fazia Lisboa-Tomar. Assim Lisboa-Santarém teria sempre comboios de hora a hora. Eventualmente, a certas horas pares poderia ir até Abrantes. Ideias apenas...

aandre Escreveu:
Outra, porque raio de motivo o último comboio que sai do Rossio para Sintra é à 1h08 seja dias úteis seja fins-de-semana? Não teria lógica haver mais uma circulação pelo menos à 1h38?

Verdade, concordo absolutamente.

_________________
Filipe Lavrador
Imagem


Editado pela última vez por bombardier3405 em sábado dez 10, 2011 2:09 am, num total de 1 vez.

Topo
 Perfil  
 
 Assunto da Mensagem: Re: Novos horários suburbanos e comboios de Sintra para Alve
MensagemEnviado: sábado dez 10, 2011 1:46 am 
Offline
Viajante
Avatar do Utilizador

Registado: quinta set 08, 2011 11:06 pm
Mensagens: 1140
Localização: Entroncamento
Estes horarios estão uma palhaçada... para quem trabalha a turnos é quase impossivel deslocar-se de comboio para o trabalho... É uma vergonha


Topo
 Perfil  
 
 Assunto da Mensagem: Re: Novos horários suburbanos e comboios de Sintra para Alve
MensagemEnviado: sexta dez 16, 2011 1:50 pm 
Offline
Administrador
Avatar do Utilizador

Registado: terça fev 05, 2008 9:14 pm
Mensagens: 30242
Localização: Coimbra
Utentes da CP contra alteração de horários

A Comissão de Utentes da Linha de Sintra criticou ontem a alteração dos horários dos comboios da CP na Grande Lisboa, considerando que aumentaram os tempos de espera e que os utilizadores que trabalham à noite são prejudicados.

Desde domingo que o tempo de espera entre cada comboio aumentou cinco minutos durante a semana em hora de ponta (para 15 minutos), e dez minutos aos fins-de-semana e feriados (para 30 minutos). A comissão diz que "os comboios já circulavam exageradamente cheios" e que os novos horários causam "ainda maior desconforto aos utentes". Critica também a redução de oito comboios no período até às 10h nas estações de Sintra e Mira Sintra-Meleças, e o encerramento da linha 30 minutos mais cedo.

Público

_________________
Imagem
Fábio Pires • Terminal Intermodal • PortalFórumFacebookGrupoTwitterFlickr

Petição: Parar a Barragem do Tua


Topo
 Perfil  
 
 Assunto da Mensagem: Re: Novos horários suburbanos e comboios de Sintra para Alve
MensagemEnviado: quinta jan 05, 2012 11:57 pm 
Offline
Administrador
Avatar do Utilizador

Registado: terça fev 05, 2008 9:14 pm
Mensagens: 30242
Localização: Coimbra
Mudanças nos horários da CP contestadas entre os utentes na Póvoa de Santa Iria

Alguns passageiros dizem que gastam mais hora e meia em percursos alternativos para a zona ocidental de Lisboa

As alterações de horários introduzidas pela CP desde 11 de Dezembro estão a gerar protestos no concelho de Vila Franca de Xira, de utentes que, ao fim-de-semana, faziam a ligação entre Póvoa de Santa Iria e Santa Apolónia.

A Assembleia de Freguesia da Póvoa de Santa Iria pronunciou-se contra os novos horários e a redução das paragens de comboios na estação local em período nocturno. As alterações, associadas aos aumentos das tarifas, vieram criar "sérias dificuldades" aos habitantes e a estação da Póvoa e o concelho de Vila Franca são os que "mais contribuem com passageiros e receita para os cofres da CP" nesta linha suburbana de Lisboa, lê-se numa moção aprovada por maioria.

Uma utente sustenta que os novos horários não respondem às necessidades de muitos habitantes da zona sul do concelho de Vila Franca, onde residem cerca de 70 mil pessoas que têm como principal ponto de acesso ao transporte ferroviário a estação da Póvoa, frequentada por mais de dez mil utentes diários. Como os comboios regionais são muito escassos ao fim-de-semana, vê-se, agora, obrigada a sair de casa hora e meia mais cedo, a apanhar comboio para o Areeiro e a fazer, depois, a restante ligação até ao seu destino no metro. "É uma tristeza", lamenta, frisando que no regresso é necessário fazer transbordo de comboio na Gare do Oriente, com um horário de tal modo apertado que os utentes ou correm para o comboio que os pode levar à Póvoa ou sujeitam-se a mais meia hora de espera. Os horários, segundo a porta-voz da CP, Ana Portela, foram delineados "com o objectivo de adequar a oferta à procura". Embora reconheça que a Póvoa de Santa Iria é "uma das principais estações da Linha da Azambuja", acrescenta que os estudos realizados apuraram que os passageiros que embarcam nesta estação ao fim-de-semana são metade dos que o fazem em dia útil da semana. E que, destes cerca de 50%, apenas 4% se destinam a Santa Apolónia: "A larga maioria dirige-se a Sete Rios, Entrecampos e Roma/Areeiro".

A CP nota que, aos fins-de-semana e feriados, se mantêm as paragens na Póvoa dos chamados "comboios regionais" que, tendo em conta os dados sobre os níveis reais de procura, "permitem satisfazer as necessidades de mobilidade dos clientes". A CP, no entanto, "está a monitorizar atentamente os efeitos e reacções decorrentes destas alterações no sentido de detectar eventuais necessidades de reanalisar e reequacionar esta questão".

Na Azambuja, o último suburbano sai, agora, às 23h48, prejudicando dezenas de empregados dos grandes complexos logísticos da zona que saem entre a 1h e as 2h da madrugada.

Público

_________________
Imagem
Fábio Pires • Terminal Intermodal • PortalFórumFacebookGrupoTwitterFlickr

Petição: Parar a Barragem do Tua


Topo
 Perfil  
 
Mostrar mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar Novo Tópico Responder a este Tópico  [ 12 mensagens ] 


Quem está ligado:

Utilizadores a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 0 visitantes


Criar Tópicos: Proibído
Responder Tópicos: Proibído
Editar Mensagens: Proibído
Apagar Mensagens: Proibído
Enviar anexos: Proibído

Ir para:  
suspicion-preferred